Custos, despesas e investimentos: atenção à sustentabilidade do negócio

Todo desembolso é um custo, uma despesa ou um investimento, certo? Mas você sabe a diferença e como cada um impacta diretamente no lucro do seu escritório ou empresa? O custo está ligado à atividade-fim do negócio. Por exemplo, se pensarmos em um escritório de advocacia, podemos incluir os advogados, sócios e estagiários.

Já a despesa é o que dará suporte à atividade, como as secretárias, controladoria jurídica, setores administrativo e financeiro. E o investimento é o desembolso feito com a expectativa de retorno, seja financeiro ou, mesmo, em relação ao tempo gasto para o negócio. Imagine que um dos sócios do escritório contrata uma assistente para ajudá-lo, embora ele terá gastos com a remuneração dessa profissional, em pouco tempo isso se transforma em ganho, uma vez que ele terá mais disponibilidade para suas atividades. Indiretamente essa contratação trará lucratividade à banca.

No dia a dia, muitas tarefas tomam o tempo dos advogados, desde a leitura de publicações, agendamento de prazos, protocolos, entre outras questões que poderiam ser executadas por auxiliares. Enquanto, na realidade, o profissional precisaria estar focado nas atividades-fim do escritório.

O tempo do sócio deve ser liberado para petições, cumprimento de prazos, audiências, atendimento aos clientes. É aí que está o retorno financeiro do negócio. Por isso, é importante entender tais conceitos para uma gestão financeira eficaz, que traga resultados e sustentabilidade em longo prazo.

O escritório precisa ter um fluxo de caixa, a fim de avaliar tudo o que entra e sai no mês, além do capital de giro para pagar as despesas. Esse caixa vai trazer uma avaliação financeira do negócio. Por outro lado, a apuração de lucro é uma análise econômica de quanto a banca desembolsa de custos e despesas para gerar uma determinada receita. Então, é importante ter essa clareza: o que vai sustentar o seu escritório não é o faturamento, mas sim o lucro. E aí, quanto você tem investido em equipe, horas de trabalho e estrutura para gerar o seu faturamento? O seu lucro real é justamente esse valor faturado, menos os custos e as despesas que você empenha para gerar uma receita.